foto1
foto1
foto1
foto1
foto1
Bem-Vindo à Faculdade de Agronomia!


BRASIL  ESPAÑOL  ENGLISH

O Programa de Pós-Graduação em Agronegócios da Universidade Federal do Rio Grande do Sul teve seu início no ano de 1999, onde constituiu-se no primeiro Programa com Doutorado no Brasil. Os Cursos de Mestrado e de Doutorado do PPG-Agronegócios têm uma única área de concentração, denominada Agronegócios, que visa a formação de professores,  pesquisadores e gestores qualificados para analisar e desenvolver pesquisas sobre as cadeias produtivas agroindustriais e as organizações de agronegócios. Os egressos, portanto, deverão ter a capacidade de desenvolver estudos e pesquisas nessas áreas, especialmente no campo multidisciplinar. Em nível de doutorado, principalmente, busca-se inovar na geração e difusão de conhecimentos e metodologias em Agronegócios. Os projetos de pesquisas e trabalhos de dissertação e tese são canalizados para duas linhas de pesquisas:

1. Análise das Cadeias Produtivas Agroindustriais

Descrição: Estudos interdisciplinares contemplando a caracterização das estruturas produtivas, as tecnologias, a competitividade, os gargalos, as interdependências e a coordenação de cadeias produtivas agroindustriais, nos diferentes objetos que constituem as cadeias produtivas do agronegócio.

2. Gestão em Organizações de Agronegócios

Descrição: Estudos interdisciplinares contemplando os aspectos relacionados às estratégias, à gestão e às organizações dos agronegócios, tratando do entendimento da dinâmica e da especificidade de organização e gestão das empresas dos agronegócios em cada elo de uma cadeia. Nestes estudos ênfase tem sido dada para o desenvolvimento de estudos sistêmicos na organização para permitir a transversalidade do conhecimento dos diferentes escopos da abordagem da pesquisa.

Num processo de melhoria contínua foram desenvolvidas ações para integrar de forma interdisciplinar o Corpo Docente e Discente com a finalidade de alinhar as publicações de artigos em congressos nacionais e internacionais com a futura publicação em periódicos de alto impacto na área.

Os onze primeiros anos de atividades do PPG-Agronegócios foram consagrados, principalmente, às atividades relativas à instalação do Mestrado Acadêmico e do Doutorado de forma interdisciplinar, que hoje se encontram consolidados. No que concerne ao ensino, são oferecidas disciplinas obrigatórias e eletivas a cada semestre, de tal forma que todos os mestrandos possam completar os 12 créditos exigidos pelo Curso de Mestrado no primeiro ano de estudo, e que os doutorandos completem os 18 créditos mínimos até o segundo ano de estudo. Como marco regulatório do Programa, em 2013 foi alterado o Regimento Interno do Programa criando aspectos legais que orientaram para o cumprimento de novas exigências no que diz respeito  a novas obrigações dos discentes, prazos e a produção científica.Este passou a vigorar em 2014.

A partir de 2012 foi estabelecida uma política de valorização para o intercâmbio internacional, produção científica de qualidade e ampliação das estratégias de exercício da multidisciplinaridade.

O programa mantém um número equilibrado entre mestrandos e doutorandos na proporção de 1:1, porém, para os próximos anos será priorizado o nível de doutorado.

Algumas experiências de Internacionalização

Doutorando do CEPAN é contemplado por bolsa CAPES no exterior e aceito em Cotutela na França.

 esde o mestrado estou engajado em pesquisas relacionadas ao vinho, consumo, sustentabilidade e tendências. Este envolvimento me levou a questionamentos mais profundos em relação ao consumo de vinho espumante, como as razões sociais que levam ao seu consumo. Buscando teorias que pudessem colaborar em possíveis respostas, encontrei na psicologia social, estudos culturais e marketing alguns direcionamentos.

No Brasil, sou doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, do Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios da UFRGS (CEPAN/UFRGS), orientado pela Profa. Dra. Kelly Lissandra Bruch e coorientado pela Professora Daniela Callegaro. Minha pesquisa visa compreender as influências das representações sociais no consumo do vinho espumante.

Esta é uma teoria da psicologia social, mas que permeia em outras áreas, como estudos culturais, sociologia e marketing. Para aprofundar meu domínio na teoria e a relação com o vinho, fui aceito no Laboratório de Psicologia Social da Aix-Marseille Université (LPS/AMU), orientado pelo Prof. Dr. Grégory Lo Monaco. O professor desenvolve pesquisas no tema desde 2008, com foco nas representações sociais do vinho na França. Com apoio do PPGAgronegócios, celebrou-se um acordo de cotutela  entre  UFRGS E AMU, que possibilita a dupla diplomação, e fui contemplado com bolsa do Programa de Doutorado Sanduíche da CAPES (PDSE-CAPES, edital 47/2017), que financia alunos de doutorado para fazerem parte de suas pesquisas no exterior.

O objetivo do período na França é acompanhar algumas disciplinas sobre a teoria e metodologia de pesquisa, principalmente estatística aplicada. Além disso, trabalhar em colaboração com outros pesquisadores e doutorandos do laboratório, que também desenvolvem pesquisas na área. Ao final, aplicarei a metodologia com franceses, visto que ainda não existem pesquisas sobre a representação social do vinho espumante na França. Com o apoio do setor, principalmente do IBRAVIN, será possível cruzar dados de consumo e também das representações sociais do vinho espumante no Brasil, visto que há um recente fenômeno de crescimento de consumo no Brasil.

 Marcos Vinícius Araujo

Publicitário (UFG), mestre e doutorando em Agronegócios – PPGAgronegócios-CEPAN/UFRGS e  doutorando em Psicologia – LPS/AMU (Cotutela).

 

 

Copyright © 2019 Copyright Faculdade de Agronomia - UFRGS Rights Reserved.