Transcorreu no último dia 18 de dezembro o JUBILEU DE OURO de formatura da turma de engenheiros agrônomos de 1970.

Esta turma inclui os colegas professores HOMERO BERGAMASCHI, JOSÉ FERNANDO PIVA LOBATO e PAULO REGIS FERREIRA DA SILVA. Lembramos também, in memoriam, os colegas RENATO BORGES DE MEDEIROS e ARCÂNGELO MONDARDO, também integrantes desta turma.

Estava em planejamento uma solenidade comemorativa na FAGRO e na UFRGS, que foi necessariamente suspensa em vista do atual quadro de saúde pública.

Nesta oportunidade, a Faculdade de Agronomia destaca a grande importância deste acontecimento e cumprimenta efusivamente a todos os integrantes desta turma, que, com muita honra, faz parte da história desta centenária instituição.

Esta comemoração coincidiu com a colação de grau, nesta data, da 155ª. turma de Agronomia, correspondente ao 1º. Semestre de 2020.

Seguem abaixo link para matéria de divulgação no Jornal Zero Hora e texto elaborado pelo Prof. Lobato.

 

Artigo Zero Hora

 

 

AGRONOMIA UFRGS 1970, 50 ANOS!

 

Em 18 de dezembro próximo festejam 50 anos de formatura os Eng.º Agrônomos formados pela Faculdade de Agronomia da UFRGS em 1970.

Constituíram a AEA-70, e em seus convites de formatura homenageavam a Faculdade de Agronomia pelos seus 60 anos: “Pela passagem do 60º aniversário, os presentes formandos congratulam-se com a Faculdade e formulam votos de que tenha secularmente atividades prenhes de sucesso, semeando sempre abundante educação, cultura e tecnologia na sociedade brasileira”.

Agradeciam aos pais e professores: “A vós pais, nossos primeiros mestres na ciência de viver, a vós, mestres, nossos segundos pais na senda do aprender, nossa homenagem e nossa gratidão”.

O lema da turma, criado pelo formando Homero Bergamaschi, dizia: “A natureza gera e sustenta a humanidade, somemos os nossos esforços aos dela para que essa graça perdure no amanhã”.

Foi Paraninfo da turma o então Ministro da Agricultura, o Prof., Eng.º Agr. Luiz Fernando Cirne Lima, sendo o diretor da Faculdade o Prof. José Porfírio da Costa Neto, e o Reitor o Prof. Dr. Eduardo Zácaro Faraco.

Os Professores distinguidos e homenageados foram: Antônio Tavares Quintas, Áureo Pereira, Dauro Corrêa Redaelli, Elio Corseuil, Francisco Silveira Osório, Geraldo Velloso Nunes Vieira, Miguel Dalmo Porto, Paulo Dias de Castro Ramos, Paulo Ebling Rodrigues e Paulo Freitas Tonding. Foi funcionário homenageado o Sr. Agnaldo de Oliveira Leão, motorista do ônibus da Faculdade, condutor e parceiro de memoráveis aulas à campo e fatos em muitos municípios deste Rio Grande do Sul.

Colaram grau os então jovens: Adayr Coimbra Filho, Adoralvo Antonio Schio, Afonso Ely, Alberto Otmar Keller, Alceu Valmor Alberici, Antônio Carlos Gonçalves Miranda, Antônio Carlos Lopes Cavalheiro, Antônio Jorge D`Ávila, Arcângelo Mondardo, Bem-Hur Benites Alves, Bernardino Quiróz Ortega, Carlos Antonio Rodriguez Santa Cruz, Darci Tércio Gomes, Dirceu Antoninho Fole, Edércio Iraí Fontoura da Fontoura, Eduardo Bunselmeyer Ferreira, Eduardo de Souza, Elói Roque Hilgert, Erceli Miguel Cavagnollo, Ernani Guilherme Dienstmann, Flávio Roberto Barbeitos Grandi, Francisco José Luderitz de Medeiros, Francisco Lineu Schardong, Frederico Pedro Cassel, Geraldo Trindade Reis, Gilberto Flávio Goellner, Glenio Artur Merch, Homero Bergamaschi, Ivo Antônio Didoné, Jaime Ricardo Tavares Maluf, João Adolfo Klohn, João Alberto Silva da Silva, João Alberto Weingartner, João Vaimé Pires de Freitas, Joel Gonçalves Brasil, José Alfredo Marques da Rocha, José Carlos Celaro, José Fernando Piva Lobato, José Hennigen, José Luiz Wetterlé Leal, José Rivadavia Junqueira Teixeira, Júlio Cesar Barraneche Lhamby, Julio Ruiz Galeano, Lia Beatriz Paganella, Luiz Antônio Benincá de Salles, Luiz Antônio Correa Chiappetta, Luiz Antônio Picolli, Luiz Carlos Ferreira Bernardes, Maria Eugênia Masson Duro, Nilton Rodrigues Veleda, Odacir Antônio Pedruzzi, Odolir Antonio Bortoluzzi, Olivério de Deus Vieira, Osvino Leonardo Koller, Paulo Régis Ferreira da Silva, Paulo Roberto Nozari Susin, Paulo Ronchetti Caravantes, Pedro Nessi Snizek, Ramon Valentino Charles Chevannes, Renato Borges de Medeiros, Ricardo Teixeira Gonçalves da Silva, Rivaldo Albino Dhein, Simião Alano Vieira, Telmo Flôres de Siqueira, Vilson De Luca, Walther Othón Párraga Vivas e Wilson Augusto Viégas de Souza. O orador da turma foi José Fernando Piva Lobato.

Após 18/12/1970, ocorreu a natural dispersão da turma, tendo alguns feito curso de mestrado, outros também o doutorado, tornando-se pesquisadores e/ou professores em diferentes instituições, inclusive da própria UFRGS. Outros tornaram-se agropecuaristas, executivos, industriais, extensionistas, técnicos de estatais e de empresas do setor, comerciantes, líderes rurais e poucos foram até eleitos para cargos públicos em suas comunidades.

Alguns anos após a formatura, passaram a se reunir a cada cinco anos para um jantar e, ao completarem 30 anos, as reuniões tornaram-se anuais e em diferentes municípios dos colegas anfitriões. Neste ano pandêmico, a reunião correspondente a estes 50 anos de formatura foi transferida e realizar-se-á mais uma vez em Jaguarão quando todos estiverem vacinados.

Passados 50 anos, os participantes da AEA-70 agradecem à Agronomia da UFRGS pela formação recebida e orgulham-se de ter contribuído para o pujante crescimento do agronegócio brasileiro em seus diferentes e amplos segmentos de atuação.