Em tempos de coronavírus, a UFRGS se mobiliza para oferecer ajuda aos setores da população que estão sofrendo os maiores impactos da crise. Na manhã de quarta-feira, 8 de abril, professores e técnicos da Faculdade de Agronomia e da Estação Experimental Agronômica da UFRGS (EEA) organizaram a coleta das frutas disponíveis nos pomares de Eldorado do Sul para distribuição junto a comunidades carentes. Foram colhidos por volta de 1,2 mil quilos de bergamotas de uma variedade precoce, desenvolvida para a pesquisa de um estudante de pós-graduação.

De acordo com Gilmar Marodin, um dos docentes participantes da ação, os cítricos foram produzidos dentro de todos os padrões recomendados. Ele salienta que nenhum agrotóxico foi utilizado e que, para a doação, as frutas foram acondicionadas em sacolas higienizadas com capacidade para três ou quatro quilos.

A iniciativa, que contou com o apoio da diretoria da Faculdade de Agronomia, reuniu os professores do Departamento de Horticultura e Silvicultura Gilmar Schafer, Magnolia Aparecida Silva da Silva, Claudimar Sidnei Fior, Sergio Francisco Schwarz, Gilmar Marodin e Paulo Vitor Dutra de Souza, além de técnicos administrativos e auxiliares agropecuários do Setor de Horticultura da EEA.

Marodin acrescenta que, inicialmente, “a ideia era oferecer a uma escola da Ilha das Flores. Mas, como colhemos muitas frutas, dividimos e doamos para mais duas outras instituições em Arroio dos Ratos e Viamão”.

Na tarde de ontem, 8, o professor Claudimar Fior fez a entrega de cerca de 100 quilos na Associação Tia Lolô, de Viamão. O Centro de Referência de Assistência Social Santa Bárbara, no município de Arroio dos Ratos, recebeu 300 quilos dos cítricos entregues pelo professor Gilmar Marodin. Nesta quinta-feira, 9, pela manhã, Rafael Dionello, diretor da Faculdade de Agronomia, fez a doação de 800 quilos para a Escola Estadual de Ensino Fundamental e de Tempo Integral Oscar Schmitt, na Ilha das Flores.

 

Link Galeria de Imagens